Introdução aos índices em bancos de dados e no SQL Server

Boa noite pessoal,

Finalizando o ano de 2012, estou aqui postando meu último artigo desse ano. Hoje finalizei a edição do último vídeo de um conjunto de quatro vídeos explicando o que são índices, para que servem, sua estrutura interna entre outros aspectos.

Iniciei a elaboração desses vídeos pensando na dificuldade que é ter explicar o que são índices em curto período de tempo nos momentos como MCT, no desafio que é explicar a diferença entre índices clustered e nonclustered em sucessivas dúvidas em fórum e principalmente para montar um material de referência que sirva para detalhar melhor algumas das explicações que vejo por aí além de desmitificar alguns equívocos que vejo por aí a citar:

“Imagine uma árvore, a organização dos indices é semelhante a um formato de árvore, na estrutura da árvore os dados das tabelas resídem no nível folha, ou seja, imagine os dados espalhados por todas as folhas da árvore, para facilitar a busca nestas folhas é que existem os índices.”

“O índice Clustered, geralmente é definido juntamente com a chave primária da tabela. Uma característica importante deste tipo de indice é que ele determina a ordem da gravação (ordenação física) dos registros.”

Independente de certas ou erradas, são afirmações que dizem muito pouco ou praticamente nada para quem ainda não tenha sido apresentado ao assunto. Assim sendo, para aqueles que desejam uma introdução mais sólida sobre o assunto de forma a montar uma boa base para aprofundá-lo e ter argumentos em discussões futuras eu recomendo dar uma olhada nos vídeos abaixo:

Índices – Fundamentos, Estruturas & Usabilidade (Parte 1)

Índices – Fundamentos, Estruturas & Usabilidade (Parte 2)

Índices – Fundamentos, Estruturas & Usabilidade (Parte 3)

Índices – Fundamentos, Estruturas & Usabilidade (Parte 4)

Elogios, sugestões e críticas são muito bem vindas. Não deixe de comentar para que eu possa evoluí-los. No resto mais, um ótimo 2013 a todos.

[ ]s,

Gustavo

17 Respostas para “Introdução aos índices em bancos de dados e no SQL Server

  1. Parabens Gustavo! Excelente material…

  2. Adorei os vídeos. Parabéns pelo excelente trabalho!
    Fiquei lisonjeado com a referência ao meu post no último vídeo ;-)
    Tks!

  3. Fernando Bedana

    Gustavo, sempre trabalhei com suporte técnico, mas agora estou numa empresa onde 90% do meu trabalho é criação de procedures e views no SQL Server 2008 R2. Conheci seu trabalho através do MSDN Expirence, que o diretor da empresa apresentou para melhor adaptação a ferramenta. Os vídeos são interessantíssimos, assim como os outros disponível no YouTube. Parabéns. E uma pergunta: o que você sugere de apostilas ou artigos na internet para aperfeiçoar meus conhecimentos em SQL Server? Abraço.

  4. Gustavo esta procurando alguma coisa sobre SQL Server e achei voce …. tenho uma pergunta …. estou reformulando um sistema desenvolvido em acess + asp para sqlserver2012+asp.net(C#), o sistema antigo é basico e estou em busca de aprendizado sobre o sqlserver, meu nivel de conhecimento de sql nao passa dos joins, gostaria de saber por onde comecar ? Meu tempo é um pouco excasso entao fico na duvida se ja comeco a fazer o sistema com o que eu sei ou adquiro mais conhecimento para um desenvolvimento mais robusto ….. me da uma luz rsrsrs

    • Olá Vinicius,

      Os vídeos dos índices já vão ajudar um pouco (rs).
      Bem, como seu perfil parece ser mais voltado para desenvolvimento, eu sugiro uma leitura dos livros do Itzik Ben Gan. Eles vão lhe ajudar um bocado.
      Tem também o Programming Microsoft SQL Server 2012

      [ ]s,

      Gustavo

  5. Angelo J B Zagatti

    Excelente post, teórico mas muito bem explicado e com uma ótima didática.
    Aprendi muito mais do que eu precisava, mas como aprender nunca é demais…
    Espero que continue assim, proporcionando muito conhecimento a todos nós (rs)
    Parabéns.

  6. Rodrigo Santana

    Parabéns Gustavo, muito bom seu material, muito bem feito e de nível altíssimo. Poucas pessoas explicam tão bem e com tanta segurança esse assunto, mais uma vez, parabéns.

    • Olá Rodrigo,

      Fico muito contente com esse feedback. A idéia é tentar deixar simples, pois, na simplicidade mais e mais pessoas absorvem as idéias.
      Esse assunto é difícil e há carência de materiais que entrem no detalhe. Espero contribuir para fechar a lacuna.

      [ ]s,

      Gustavo

  7. Olá! Passando aqui pra agradecer pela aula. Os vídeos (todos) ficaram muito bons, bem didáticos. Informação recomendada pra qualquer um que queira estudar corretamente tuning (mais pra frente).
    []’

  8. André Luiz antunes

    Gustavo boa tarde, minha pergunta foge um pouco da sua publicação mas preciso muito da sua ajuda, tenho um banco de dados adabas e queria eexportar extrair os dados do Natural / Adabas para um TXT. li em um tópico você falando algo a respeito.

    • Olá André,

      Não tenho muita experiência com Natural e Adabas (tirando o nome não sei mais nada sobre isso).
      Acredito que você vá precisar de alguém que tenha mais propriedade nesse assunto.
      Será que você não poderia escrever algum programa para extrair esses dados ?

      [ ]s,

      Gustavo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s